V-Ray 4.2 | Como Criar Tijolos Patinados | Material 03 de 60

Esse é um tipo de revestimento muito usado em projetos modernos e com aquela pegada industrial. Hoje vamos aprender a configurar no V-Ray 4.2 os tijolos patinados. Ferramentas requeridas: SketchUp e V-Ray 4.2 for SketchUp BAIXE AS TEXTURAS AQUI

3 Maneiras para Criar Água de Piscina | V-Ray Next

Criar um material de água de piscina é geralmente feito em duas etapas: 1) configurar o material fisicamente correto da água, por que do contrário não teremos o resultado correto; 2) Adicionar um mapeamento para criar as ondulações.

Durante os anos de ensino do V-Ray eu tenho experimentado, com meus alunos do curso Mastering V-Ray for SketchUp, diferentes técnicas de criação de materiais PBR e um delas eu nunca mostrei antes fora do curso.

As outras duas são mais conhecidas, uma usando o mapa noise e a outra usando textura. Confira no video a seguir como usar essas técnicas para criar água de piscina realista.

É muito importante usar a iluminação 100% linear e usar o Mapa Tonal (Correctios Controls) para ter o preview do resultado final do material.

Download da textura:

➜ Mapa de Piscina 4K – https://bit.ly/2wwKoi0

Configuração da água

Seguindo o método PBR, a água (dielétrico) não tem cor no Diffuse, salvo se a água estiver suja. E a cor do material é dado pelo Fog Color da Refração.Segue as configurações

Diffuse : 100% Preto

Reflexo: 100% Branco (Refletividade Máxima do material dielétrico PBR)

Refração: 249, 249, 249 – SRGB Color (Nunca 100% por que nenhum material fisicamente correto possui 100% de Refração)

Fog Color: 149, 225, 254

Fog Multiplier: 0,01

IOR: 1,33

Como usar as texturas do Archdesign

O conceito PBR vai além do simples fato de usar texturas baixadas dos sites como CC0 Textures, é algo mais complexo que envolve diferenciar a criação de materiais usando o método tradicional ou “intuitivo”, como customo chamar, do método fisicamente correto.

E outro fato importante que pouca gente sabe é que existem regras para criar texturas fisicamente corretas e não se consegui isso simplesmente “desaturando” a textura no Photoshop.

Pensando nisso, e usando técnicas avançadas de criação de materiais 3D, nós criamos várias texturas PBR e disponibilizamos gratuitamente no site https://archdesigncad.com.br/

Como algumas pessoas nos perguntaram como usar eu fiz uma aula para ensinar como aplicar as texturas usando o V-Ray Next e criar materiais fisicamente corretos (de verdade).

Assista a aula completa aqui:

Agora confira as configurações que usei para criar os materiais usando os dois Workflows PBR no V-Ray Next Update 2.

Terreno (Vray Mtl)

Usei o mapa Mix (operator) para adicionar as texturas AO e Color no canal diffuse. Veja a aula sobre materiais PBR aqui.

Para o uso correto do reflexo em PBR use 100% branco e habilite Glossy Fresnel (V-Ray 3.6 e Next)

Piso de Concreto (PBR)

A configuração dessa material é bem mais rápida usando o material PBR (antigo Metallic) do V-Ray Next Update 2.

O conceito PBR é um pouco mais complexo para que eu possa explicar aqui, por essa razão recomendo a leitura do e-book O Guia Completo PBR, nele você encontra toda a informação que precisa para saber usar materiais fisicamente corretos.

Acesse: https://mastertuts.com/o-guia-completo-pbr/

Bons estudos!

Importando Blocos de qualidade com Universal Importer

Uma grande dúvida na hora de projetar é onde vamos encontrar modelos 3D de qualidade para usar no projeto, porque a gente sempre se pergunta onde encontrar?

Existem diversos sites que compartilham ou vendem blocos na internet um deles é o 3DSky que tem modelos gratuitos em formato .Max (3DS Max), mas também em formato FBX e OBJ, e usando uma ferramenta gratuita fica fácil importar para o SKetchUp.

Hoje vamos aprender a usar o Plugin Universal Importer – baixe aqui – uma ferramenta muito nova que permite importar modelos em formatos variados diretamente para o SketchUp.

Assista ao tutorial completo para saber como usar:

🔗 Links citados na aula (em ordem)

➜ Archdesign: https://archdesigncad.com.br/

➜ 3DSky: https://3dsky.org/

➜ Baixe o Plugin: https://sketchucation.com/plugin/2275-universal_importer

Agora confira as configurações que usei para criar os materiais usando PBR material do V-Ray Next Update 2. Você pode usar outras versões do V-Ray assista nossas playlists de materiais no canal Mastertuts.

Couro

Como o Couro é um material dielétrico, o valor em Metalness deverá ser sempre 0 (zero). O mais importante é que cada mapa deve ser configurado usando o Color Space adequado, seguindo o conceito PBR.

Madeira

A madeira também é um dielétrico, portanto o Metalness segue a mesma configuração.

Se você ainda não está familiarizado com o uso de materiais PBR recomendo a leitura do nosso Guia Completo PBR disponível no link: https://mastertuts.com/o-guia-completo-pbr/

Bons estudos!

Sun Light a luz natural no V-Ray

Quando começamos a renderizar no V-Ray, sem dúvidas, a primeira luz que testamos é a luz do sol – Sunlight.

Por padrão ela já vem pré configurada usando o mapa SunSky criado pelo e V-Ray e que está completamente ligada a barra de Luz e Sombras do SketchUp e isso é um ótimo ponto de partida. Mas é muito comum cometermos alguns erros ao usar esse mapa e o maior deles é alterar sua configuração de intensidade.

Mas isso é completamente aceitável, quando iniciamos no V-Ray, pois de forma intuitiva, pensamos assim: se a cena está escura o que precisamos é mais luz na cena.

Agora imagine o seguinte, se a sua ideia sobre renderização é criar realismo, como seria possível aumentar a intensidade do sol? Hora, se isso fará com nosso cena passe a não ser mais fisicamente correta e o V-Ray trabalha com a luz de forma fisicamente correta, mudando a intensidade do Sol eu cometo um grande erro.

Focado em realismo o meu método se baseia no conceito linear, que ao longo dos anos vendo desenvolvendo, para termos mais velocidade e precisão na criação de imagem verdadeiramente fotorealistas e nessa aula vou mostrar como a luz natural deve ser configurado e você poderá compreender o que você precisa para criar iluminação natural de forma realista.

Assista ao video abaixo e descobra como configurar o Sunlight no V-Ray:

Espero que tenha gostado

Bons estudos! Henrique Barros

Criando Vidro V-Ray Next

Você sabia que o Vidro é o tipo mais difícil de material para ser criado no V-Ray? Embora parece muito intuitivo saber como o vidro deve parecer para a gente na renderização alguns elementos são mais importantes do que o próprio material.

Se você já acompanha nossas aulas sabe que não devemos criar materiais apenas da nossa imaginação ou a partir daquilo que achamos que sabemos sobre eles, o que devemos buscar é conhecer suas propriedades físicas. Talvez algumas pessoas até pensem: ” não preciso ter um material tão realista, isso é perder tempo em configuração, basta parecer um vidro e meu cliente vai pensar que é um vidro”.

Se você pensar dessa maneira você nunca será um verdadeiro profissional do 3D e ficará sempre na média do mercado e nunca acima. Compare as duas imagens abaixo para entender a importância de um material fisicamente correto.

E para entender melhor como criar esse material eu preparei um video completo com o passo a passo que você pode assistir a baixo.

E se você ficou com alguma dúvida deixe um comentário logo abaixo.

Bons estudos 🙂

Usando Dome Light V-Ray Next

Antes de entender como funciona a Domelight é importante conhecer um dos seus principais recursos: os mapas HDR.

Esse tipo de arquivo na verdade é uma fotografia com um alto alcance dinâmico da luz, ou seja, é uma fotografia que armazena a iluminação do ambiente.

Muitas vezes o uso do HDR cria confusões e no video abaixo explico exatamente como usar esse tipo de arquivo. Vamos lá.

Bons estudos!

Henrique Barros

Como usar corretamente Luzes IES

O que são luzes IES? Bom talvez você já tenha usado ou talvez não, mas estes arquivos de dados criado para analisar as luminárias pelos fabricantes ajudam a compor uma bela iluminação no V-Ray.

Mas o mais importante sobre elas vamos aprender nessa aula:

Como Usar Luzes IES de forma correta | V-Ray Essentials

Baixe o arquivo da aula aqui:

&nbsp BAIXAR ARQUIVOS

Como configurar corretamente Metais | V-Ray Next

Olá Masterfan, essa é mais um daqueles tutoriais que faz você explodir a cabeça rsrs. Digo isso por que desde as primeiras versões do V-Ray temos aprendido e usado os materiais de uma forma não fisicamente correta.

Mas afinal por que isso é importante?

Pense o seguinte, como falar que nosso render é “realista” se ele não segue os princípios fundamentais da física que o ponto chave do V-Ray?

Por intuição a grande maioria dos artistas criam materiais simplesmente da imaginação, com os conceitos aprendidos sobre eles e apenas como eles percebem os materiais.

Em um livro, muito interessante, que li chamado chamado Desenhando com o lado direito do cérebro, da autora Betty Edwards, ela explica, baseada em estudos científicos, como nosso cérebro funciona e a nossa ideologia de símbolos.

O que ela explica é que nosso cérebro costume simplificar as coisas e por isso temos uma grande tendencia a criar os materiais com aquilo que achamos que sabemos sobre eles.

Por exemplo: o ouro é amarelo, estão ele precisa refletir amarelo! ponto.

Mas será que o ouro é sempre amarelo? Pode ter certeza que não.

Mas existem pelo menos duas maneiras que podemos usar para simular ou imitar os materiais metálicos de forma fisicamente correta, para saber quais são assista ao video abaixo e depois me conta como você costuma criar os seus materiais metálicos.

Forte abraço

Como criar Materiais Metálicos fisicamente corretos | V-Ray Essentials